quarta-feira, 2 de março de 2016

Rio Tejo - Alverca

28 de junho de 1979

O Consolidated PBY-6A Catalina, conhecido por Calypso, capotou no rio Tejo, perto de Alverca, quando amarava após um voo de experiência.

O hidroavião tinha estado a ser submetido a profundas reparações nas Oficinas Gerais de Material Aeronáutico - O.G.M.A., depois de um acidente sofrido por este aparelho numa aterragem de emergência no Uganda.   Neste voo, para além de outro tripulante francês, seguiam a bordo cinco técnicos portugueses.

No acidente faleceu o piloto Philippe Costeau, filho do célebre oceanógrafo Jacques Costeau, tendo- se salvo a restante tripulação.








Exerto do Diário de Lisboa de 29 de junho de 1979


Catalina Calypso amarado

Catalina Calypso em voo


Calypso a sobrevoar o rio Tejo - crédito Blogue ex-OGMA - pintura de Jean-Claude Petit

Calypso nas O.G.M.A. crédito Blogue ex-OGMA


Fontes: Diário de Lisboa, Fundação Mário Soares, sites e blogues

Sem comentários:

Enviar um comentário